sábado, 24 de maio de 2008

ENTÃO VÁ.

Então tá,
vamos la fora ver o que há de novo
vamos sair e respirar ar novo
vamos ver um horizonte diferente
indo embora, sempre reto, vá em frente
uma nova noite num lugar que será onde você quiser
imagine-se lá
ondo quer que vá
voe o quanto puder
seu novo mar, sua nova maré
a musica da sua trilha
agora toca repetindo seu refrão
viaje de verdade, ou com seu coração
veja que o que está na sua frente
impede sua visão
pule pelos muros
e siga essa canção
seja um ator
cantor
esportista
trovador
sua estrada é infinita
e tão bonita quanto você quer
chege lá
se alguém tentar te impedir
diga dane-se
e então vá.

2 comentários:

Ivan Luiz Ferreira disse...

Muito bom esse poema...

To precisando ligar o foda-se mesmo!!!rs

Coisa de menina. neuras cotidianas disse...

Gostei disso de verdade muito bom.
..
É Mande todos irem.!! Lálálá



beijos
beijos!