sexta-feira, 29 de agosto de 2008

5min

Em 5 minutos
eu fui e voltei
fui até o céu
Me agarrei
Não queria voltar
Só queria que o tempo parasse
Chame-me para fora
Você ficou para dentro
Eu vou fazer as coisas
que eu quero fazer
Noites famintas, mais uma vez
Agora está ficando inacreditável
Porque eu não poderia ter isso melhor
Eu cairei nas memórias que tenho de você
Me siga até lá
Todas as noites apartir desse dia
eu não sonharei
porque não conseguirei mais durmir
Eu quero uma cabana
onde caia a chuva lá fora
Por 5 minutos nem senti meu coração bater
não ele não parou
mas acelerou como nunca na vida
Por 5 minutos
Não ouvi nem vi mais nada
fica difícil saber se foi um sonho
Os 5 minutos
foram os mais rápidos, demorados e eternos que já tive
E agora
Preciso desses 5 minutos de novo
preciso de 5 minutos a cada 1 segundo.

1 comentários:

Heloisa Ikeda... disse...

Isso tá mais pra poema do que cronica heueheuheueheu..
Mas tá muito legal do mesmo jeito rs
você escreve muito bem...
mas ainda bem que será publicitário, menos um concorrente
hsuahsuahsuahusas

beeeeeijos Nelsito :*