sábado, 13 de setembro de 2008

sem titulo.

Para todo desafio há a escolha de jogá-lo ou não
Entre no carro e vá embora
Não tem mais tempo hoje
Os signos traduzem seus sonhos
Tudo está errado?
Esqueça a dor, fique longe dessa doença
Eles dizer que assim não se anda
Cante sem razão
O perigo está perto demais
É quando o céu cai que você não deve olhar pela janela
Suma com essas minhas sensações
Acabe com meus sonhos
Eu não agüento mais isso
Tire essa pressão
Essa coisa loucura a minha volta
Eu espero que você tenha gostado do seu tempo
Timidez, brilho e vergonha
Ela se preocupa com o manhã
Eu com ela
Perca tudo que lhe foi dado
Bem vindo ao meu mundo
Eu nunca conheci você
Como posso aprender?
Como você pode lembrar-se de mim?
É tudo isso que você lembra?
Não é gostando dessa história que ela continua
Tem meu mundo em suas mãos
Não é gostando de qualquer lugar
Eu vou continuar caindo nas memórias de você
Estou sem nada nas mãos
Ela é a rebelde
Que não me deixa me mexer essa noite
Ela roubou tudo de mim em 5 min.
Não é uma surpresa
Não tem nada sobre controle
Eu não ouvi o que ela me disse
Só sei que tenho que limpar tudo
Alguém, por favor, me conserte.

1 comentários:

Heloisa Ikeda... disse...

Eu quase nunca entendo os seus textos. Mas adoro escrever coisas que ninguém além de mim entende, coisas que pra gente é tão obvio e para os outros não fazem o menor sentido rs ^^

Beeeeijos publicitário :*