quinta-feira, 23 de julho de 2009

Onde há ouro, há um escavador de ouro.

Pisam no estágio, nas luzes, no elogio as chamadas
o palco e na grande festa
você sabe, essa vida toda tem se saído bem
A promessa, a dor, a valentia, a raiva
sustenta suas mãos para a curva e a onda
você sabe, seu toque pra mim é bom
Você joga-se em meus braços
As pessoas têm todo o divertimento
Mas ninguém sempre lá para leva-las para casa
Tire suas luvas e me toque com sua pele
Destranque a porta de seu coração e me dê a chave
não se cubra para o sol
Uma ponta para a menina e outra para a mulher
o indivíduo na porta quer o ouro
ele sabe que tem mas tem que cavar.
os filmes estão errados, isso não leva uma hora e meia
e ele não se importa com nada, só quer a chave
Mas você era impossível, agora é dificil
E tudo que você sonhou, você têm
Onde há ouro, há um escavador de ouro.
Você se joga em meus braços
você ja tem tudo, e eu não me importo
demore o quanto for.
Eu ja tenho tudo também. Ja tenho o ouro.

1 comentários:

Heloisa Ikeda disse...

Mais dificil do que encontrar ouro, é conseguir entrar no coração de uma pessoa, e ficar lá pra sempre...

Adorei :)

beijos